Apresentação

Navegue pelo índice à direita para acessar todos os títulos e mande sua opinião por e-mail zinedevaneios@gmail.com.

domingo, 20 de junho de 2010

Amolação

26/04/2010

As vezes eu só queria que o tempo parasse
que o relógio não andasse
e os carros não corressem.

Queria que esse momento fosse eterno
que o calor não esfriasse
e que o gelo derretesse

Queria ficar perdida nesse instante
ignorando todo o restante
num lugar muito, muito distante

Distante daqui, de tudo
talvez outra galáxia, em outro mundo
um planeta sem horários e prazos

Sem emprego, sem escola
sem dinheiro, sem esmola
sem tudo que me amola.

As vezes eu só queria que o tempo parasse

Um comentário:

Ana Andreolli disse...

quero mais poemas seus!

=)