Apresentação

Navegue pelo índice à direita para acessar todos os títulos e mande sua opinião por e-mail zinedevaneios@gmail.com.

domingo, 20 de junho de 2010

Diarréia Mental

19/07/2009

Fico acordarda mesmo com sono
Fico deitada e mesmo assim não durmo
Fico com fome mas não como
Alguem grita e eu não escuto

O Sangue escorre, já não corre
pelas veias e arterias de sangue sujo
envenenads pela rotina, pelo tédio
e benzodiazepínicos

O que eu me tornei?
Um objeto, parte da mobilia,
mera decoração,
Num ambiente vazio e escuro.

Na escuridão não me encontro
nem encontro ninguem.
Os caminhos se cruzam, se confundem
nunca estão certos.

Certeza é algo que não existe mais
roubei de mim minha inocencia
perdida no tédio vazio
na ausencia de Luz.

Já não durmo
Já não deito
Nem como
Nem escuto

Nenhum comentário: