Apresentação

Navegue pelo índice à direita para acessar todos os títulos e mande sua opinião por e-mail zinedevaneios@gmail.com.

domingo, 20 de junho de 2010

(des)Culpas

16/09/2008

É assim que eu sou,
o que sempre faço é te culpar
Por tudo

Pela minha solidão,
Pelo meu desapego
e pelo seu tambem.
Por eu estar perdida,
e voce não me encontrar.

É tão mais facil te culpar,
pelas flores que murcharam,
e pelo leite que derramou,
pela cama desarrumada,
e pela porta aberta
que,quando saiu, voce deixou

Dificil é ver que talvez
(por mais que eu não reconheça)
a culpa possa estar em mim
na minha cabeça
talvez eu tenha desarrumado a cama
o leite, eu derrubei
e a porta ficou aberta
depois que eu te expulsei.

Nenhum comentário: