Apresentação

Navegue pelo índice à direita para acessar todos os títulos e mande sua opinião por e-mail zinedevaneios@gmail.com.

domingo, 20 de junho de 2010

Adeus

10/12/2008

E no segundo seguinte
a cortina fechou
a luz apagou
e o barulho parou.
Meu corpo pareceu cair
Os sentidos se confundiam
minha voz e minha respiração
já não produziam nenhum som.
A casa vazia, ou cheia
a lua crescente ou nova
se era manhã ou tarde
se era primavera ou verão.
Não lembrava de nada
Nem importava
Meu olhos pretos estaticos
Nenhum movimento
E os labios parados
sem dizer nada
Assisti assim sua partida
e a porta fechada
por varias horas seguintes

Nenhum comentário: